A vida está escorrendo entre os dedos? Calma! Você tem opções!

04/02/2016

Talvez, devido às demandas da sua carreira, você se sinta abrindo mão de algo que julga extremamente importante.

Talvez, momentos como almoçar com calma, dar sua total atenção para alguém que você ama sem preocupar-se com outros compromissos, ir ao aniversário de um amigo, ligar para os seus pais e entes queridos para bater um papo, cuidar do seu desenvolvimento pessoal e espiritual, tenham se tornado cada vez mais raros em sua vida.

Talvez você já tenha desejado trocar as pressões e cobranças, sua agenda lotada de reuniões (que nem sempre geram resultados concretos), seu status, carro zero, apartamento com alto custo, roupas caras, noites e noites estendendo-se na jornada de trabalho, por uma vida considerada mais simples, como por exemplo, vender picolé na praia.

Talvez você tenha chegado em uma fase da sua vida onde precisa tomar remédios para dormir e outros para manter-se acordado e estabilizado.

No fundo, qual o sentido de tudo isso? Onde está a sua vida afinal? O que esse cenário tem lhe proporcionado além do poder de consumo e status? O que você gostaria que fosse diferente? O que tem lhe impedido de mudar, viver e sentir tudo aquilo que no fundo você mais deseja?

Se o que temos como garantia para viver de verdade é o exato segundo, momento atual, o agora, por que vivemos mais tempo em questões do passado ou preocupados com algo que ainda não aconteceu (e talvez nem aconteça)?

Isso ocorre quando deixamos nossa essência de lado e focamos totalmente a nossa energia de vida no que o nosso crítico interno nos dita.

O crítico interno é a parte da consciência que nos impulsiona a realizar, mas ao mesmo tempo, nos motiva ao auto-julgamento constante, nos maltrata psicologicamente e emocionalmente, compara o nosso trabalho e sucesso ao dos outros sem necessidade, nos cobra em ter e ser aquilo que não nos representa verdadeiramente, esteja isso ligado ao passado ou ao futuro.

Como domar esta voz interna que interfere suas escolhas e destorce o essencial? Essa voz interna que talvez, sem você perceber, te fez chegar a todos aqueles pontos relatados no início deste texto?

1 - Não ignore o crítico interno: ele é parte de você e estará sempre lá. Por mais evoluído que você esteja, ele pode aparecer nos momentos mais inoportunos. Aprenda a identificá-lo. Geralmente ele tentará lhe convencer de que você ainda não é ou não tem o suficiente, que não merece algo, que está fazendo errado e assim por diante. Monitore a freqüência, intensidade e palavras exatas de cada auto-crítica.

2 - Acalme-o: Não abrace como verdade nem aceite de maneira passiva tudo o que a voz do seu crítico interno lhe diz. Busque evidências na realidade e crie uma frase contrária àquilo que seu crítico interno está acusando. Confronte a informação vinda dele com provas, a fim de neutralizá-lo.

3 - Pratique: Esteja atento para quando essa voz aparecer. O que ela te diz? O que ela te faz sentir? Isso é uma verdade ou uma interpretação destorcida? Isso é realmente útil e proveitoso? Quanto mais praticar acalmar o seu crítico interno, menos intensa e freqüente essa voz será.

4 - Carpe Diem: O que você é, faz ou tem atualmente são frutos de suas escolhas e do fluir da própria vida e existência. Não rejeite ou despreze. Aceite e conheça quem você é em essência e a partir daí, trabalhe no hoje, no momento atual para influenciar resultados futuros. O passado é história e serve apenas como referência. Grande parte do que chamamos de futuro, é construído no hoje.

Por mais conturbado que o seu cenário atual de vida possa parecer, saiba que você sempre tem escolhas. Escolher por A ou B, te levará a um resultado. Não escolher também.

Para saber qual decisão tomar, uma dica: pergunte a si mesmo o que trará paz aos seus dias e com base na resposta (que pode não ser imediata), escolha o melhor caminho.

CONTINUE POR AQUI!

Se você quer saber mais dicas sobre como equilibrar vida profissional e pessoal, você pode ler mais neste post aqui: 

10 dicas para equilíbrio da vida pessoal e profissional

QUER APRENDER MAIS?

Já percebeu que podemos olhar a vida por diversos ângulos?

Compartilho com você o manifesto 10 Mandamentos para ser feliz

Inspirado no trabalho de Roberto Shinyashiki, contém dicas para você aplicar no dia a dia e tornar seu design de carreira e vida mais leve e com significado. 

Permita-se reinventar e ser livre para trabalhar com o que ama de forma leve e sustentável. Baixe grátis!

Olá! Sou Aline Macedo e atuo como Coach de Liberdade Profissional ajudando homens e mulheres que se sentem insatisfeitos ou frustrados sobre suas escolhas profissionais a construírem uma nova carreira ou negócio leve e com significado, recuperarem sua autoestima, superarem medos e bloqueios e colocarem seus maiores talentos e paixões no mundo em forma de um trabalho que gere realização, felicidade, renda e segurança financeira. 

Sempre ouvi aquelas pessoas que dão "piti" em público sendo chamadas de mal-amadas e minha interpretação sobre essa expressão, era de que o parceiro / parceira amoroso dessa pessoa não estava fazendo direito seu papel... Quando casei aos 21 anos, eu e meu esposo fizemos o cursinho de noivos e, em uma em uma das conversas com o...